28 de abr de 2011

Kamen Rider–The First (Movie 2005)

kamenriderfirst

Lançando em 2005 o filme Kamen Rider – The First , reconta a história do primeiro Kamen Rider  que passou na tv em 1971. Sofrendo algumas adaptações para os dias de hoje e mudanças no roteiro a ideia do filme foi manter os principais elementos por traz da obra do mangaka Shotaro Ishinomori.

Apesar de mudanças na história e personagens o filme mantem elementos de ação e a base da história muito semelhantes a franquia Rider antiga.

Sabe aquele filmes que se vê o pé passando longe da cara do adversário que sai voando pro outro lado com o golpe? Pois é, assim são as cenas de luta de Kamen Rider the First.

Para compensar as cenas de ação, os personagens são bastante carismáticos, porém ao tentar recontar uma serie de 100 episódios em 1 hora e meia, notamos uma certa falta de história e envolvimento dos personagem.Tudo ocorre de forma rápida e simples, deixando muitas vezes a sensação de se ter perdido algo.O Filme possui um visual Dark e bem montado, conseguindo captar a essência e a dor que é ser um Kamen Rider.

Há uma história paralela que se passa no filme, contando detalhes de dois pacientes de uma clinica 1 ano antes dos acontecimentos do filme.Essa história se mostra importante, pois podemos conhecer o passado de alguns personagens.

No filme Hongou Takeshi é um jovem pesquisador que estuda partículas de água e se vê apaixonado pela já noiva, repórter que acompanha seus estudos.Hongou é sequestrado pela Daishoker e transformado em Kamen Rider, porem em uma das missões ele retoma sua consciência e resolve trair a daishoker para pode proteger seus ideais.Em busca de vingança Daishoker retoma o projeto Rider , criando o Kamen Rider 2, mandado para matar Hongou.


Dou uma nota 7 para esse filme, pois apesar dos elementos negativos que citei acima, ele se mantém como um bom filme, ainda mais para a nova geração de fãs que agora podem reviver o clima da história que iniciou a franquia e também conhecer o tão falado grupo de vilões Daishoker

Download

Nenhum comentário: